Restaurante da LC Hotelaria Marítima obtém nota máxima em avaliação da Petrobras

Restaurante da LC Hotelaria Marítima obtém nota máxima em avaliação da Petrobras

No ciclo de avaliação de segurança dos alimentos, na Petrobras, Unidade da LC Restaurantes obteve o melhor resultado dentre todas as avaliações já realizadas. O resultado foi alcançado na Refinaria Abreu e Lima.

O restaurante e as copas de turno da RNEST obtiveram classificação máxima no ciclo de avaliação de segurança dos alimentos, realizado nos dias 12 e 13 de abril. A auditoria, realizada pela nutricionista Isabela Cristina Lobo de Morais, com apoio da nutricionista Luciana Wanderley, é uma demanda da Gerência Executiva da Industrial, conduzida pela gerência de SMS/IRGN/SA.

A avaliação aplicou um instrumento elaborado pela ANVISA, além da análise de requisitos legais e corporativos. “O procedimento já foi aplicado em todas as termoelétricas da DRGN e três refinarias, totalizando 21 avaliações no Sistema Petrobras, e o restaurante da RNEST obteve a nota máxima” explica Flávio Gueiros, coordenador de infraestrutura da RNEST/PS.

Webster Victor Ramos Melo, fiscal do contrato do restaurante da RNEST, ressalta que essa avaliação positiva é fruto de um trabalho integrado, que vem sendo desenvolvido entre as equipes envolvidas no processo. “Além da fiscalização e acompanhamento diário da produção, realizado pela gerência de planejamento e suporte, tivemos participação relevante do SMS na avaliação das condições sanitárias do nosso restaurante, assim como da equipe da empresa contratada, LC Administração de Restaurantes, que assegurou o cumprimento dos procedimentos e legislação nas ações práticas do dia a dia, ao preparar, transportar e servir a nossa alimentação.”

“Este resultado traduz a qualidade da alimentação produzida na RNEST, mostra que atingimos um grau de maturidade nos processos de produção e controle, que elimina ou minimiza os pontos mais críticos para contaminação dos alimentos manipulados por nossa cozinha e que a força de trabalho pode confiar que o alimento que recebe é seguro e adequado ao consumo”, reforça Flávio.

Isabela Cristina Lobo de Morais, nutricionista que participou da avaliação, destacou que o resultado é exemplo para outras unidades. “A RNEST é privilegiada com uma ótima estrutura e organização do restaurante, foram inovadores na forma de distribuição das refeições, além da ótima apresentação dos pratos servidos, levarei esse exemplo como referência na Industrial.”

 

Fonte: http://portalpetrobras.petrobras.com.br

 

Comentários

Você também vai gostar